Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

   Capricórnio

 

   Rigor, exigências e ordem no signo do Verão

 

 

 

 

 

 

 

                     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A chegada do Sol ao solstício de verão no hemisfério sul, coincide com o começo da regência de nosso principal luminar sobre a décima casa do zodíaco, o signo de Capricórnio que tem por referência na mitologia a cabra das montanhas e a figura Cronus o pai dos deuses e senhor do tempo.

 

         Nessa pequena memória do décimo signo do zodíaco estão os elementos que passam a influir em nossas ações a partir deste 21 de dezembro.

 

         Na astrologia ocidental o signo de Capricórnio representa a chegada do período da exigência; do trabalho; da necessidade de abrir mão de conceitos e valores para a conquista de nossas mais caras ambições em tempo de dedicação, apego e firmeza, numa evocação das características do deus Cronus.

 

Entre os romanos, Cronus se tornou Saturno que anualmente era festejado nas chamadas “saturnalias” festas que tomavam todo um período do ano que se desdobrava em uma grande orgia popular, celebrada no solstício e que coincide sob a cristandade, com a Natividade.

 

É nesta lembrança mitológica que está a ligação de Saturno ao signo de Capricórnio com o qual os romanos pretendiam ressuscitar o Dominus Saturnus o deus fertilizador da terra fazendo dos nativos do período aquele que domina o senso prático; expressa o ideal do trabalho perfeito e encarna os princípios de exigente condutor de tarefas e gentes.

 

 

 

Capricórnio governa no nosso corpo os joelhos e a parte inferior das pernas e na vida mundana, o operariado, o funcionalismo, a força de trabalho, o número quando usado pelo ser humano e a determinação da conquista.

 

 

 

O capricorniano é a expressão astral da ambição, da cooperação e do orgulho.

 

 

 

 

 

         

 

                                                            Saturno – o planeta dos anéis

 

 

 

 

 

 

 

CAPRICÓRNIO

 

 

 

 

 

 

Período de regência astrológica padrão: de 22.12 a 20.01

 

Regência em 2017: de 14h29 (HBV) de 21.12 às 01h09 (HBV) de 20.01.2018

 

 

 

Planeta regente: Saturno

 

Elemento: Terra

 

Nativo: capricorniano ou capricorniana

 

Símbolo: A cabeça e a barba de um caprino

 

 

 

Signo oposto: Câncer

 

Dia da semana: Sábado, dia de Saturno

 

 

 

Personalidade mundial do signo: Elvis Presley, cantor

 

 

 

Personalidades de destaque no Brasil:

 

 

 

            Jô Soares, apresentador de TV – Hermes Lima, político – Pedro Calmon, historiador – Ana Maria Machado, dramaturga – Renato Aragão, humorista – Sérgio Lacerda, editor - Domitila Castro e Canto, a Marquesa de Santos – Isaac Karabtchevsky, maestro – Visconde Mauá, político e empresário do Império – Cândido Portinari, pintor, ilustrador e poeta – Luís da Câmara cascudo, folclorista e escritor – Rita Lee, cantora, compositora e roqueira – Casimiro de Abreu, poeta – Hélio Pelegrino, psicanalista – Patrícia Bueno, atriz -  João Cabral de Melo Neto, poeta – Jorge Goulart, cantor – Euclydes da Cunha, escritor – Luís Melodia, compositor e cantor – Josué Guimarães, romancista – Lamartine Babo, compositor, humorista e letrista – José Américo de Almeida, escritor – Rubens Gerchman, artista plástico – Sérgio Porto, o Stanislaw Ponte Preta, jornalista, compositor e escritor – Oswald de Andrade, escritor – Rubem Braga, jornalista, cronista e escritor – Gilmar, atleta, goleiro no futebol – Paschoal Carlos Magno, poeta e dramaturgo – João Baptista de Oliveira Figueiredo, militar, Presidente da República – Samuel Wainer, jornalista e empresário de Comunicação – Autran Dourado – romancista – Nara Leão, cantora – Abelardo Barbosa, o Chacrinha, apresentador de TV.

 

 

 

 

 

Personalidade – Pontos positivos

 

 ·           A eficiência

 

·         Confiabilidade

 

·         Dedicação

 

·         Praticidade

 

·         Disciplina

 

·         Determinação

 

·         Capacidade de trabalho

 

·         A responsabilidade

 

 

 

Personalidade – Pontos negativos

 

 ·         Excessivamente exigente

        Detalhismo

 

·       Teimosia

 

·       Mau humor

 

·       Franqueza excessiva

 

·      Negativismo

 

 

 

 

 

O tipo capricorniano:

 

 

 

         O trabalhador do zodíaco, nativo do signo da eficiência, do rigor e da exigência, é determinado e seguro, confiável e aceita com facilidade a repetição constante de qualquer tarefa ou missão. Tende a se mostrar fechado e transfere aos outros o que exige de si mesmo. É organizado, firme e minucioso. Enfrenta com tenacidade e firmeza os desafios para alcançar seus objetivos materiais de vida. Gosta do conforto e é dado ao isolamento e à interiorização de sentimentos. Pouco revela de si e sabe como poucos usar da autoridade. O capricorniano se divide em dois seres distintos, de um lado o nativo determinado e firme e de outro aquele que se abate pelos problemas e dificuldades e se torna padrão de exigências descabidas.      

 

 

 

 

 

 

 

O homem de Capricórnio

 

 

 

 

 

         Um ser determinado e paciente, consciente de que a sua realização acontecerá como parte de seu destino, de forma inevitável e segura, honesto e convencional em suas maneiras, modesto em seus gostos e simples ao desfrutar o que de mais terreno existe para sua realização. Assim se poderia definir o homem de Capricórnio, um tipo bem definido de pessoa que, no entanto, guarda tantas e tão complexas características quanto o mais refinado dos seres.

 

         Bastante prático, como o deve ser um filho de signo da Terra, o capricorniano age sempre com tal seriedade que nele fica evidente a noção de que as coisas devem ser feitas sempre de forma comedida e com os pés muito bem plantados no chão. É a forma de agir de uma pessoa que consegue que até seus sonhos se façam em bases bem factíveis e possíveis, sem exageros e sem idealismo que o faça perder tempo.

 

         Essa forma direta de ser e agir vem do valor que capricorniano típico dá ao seu próprio tempo. Para ele, realmente, o tempo é um tesouro que não pode e não deve ser desperdiçado com coisas fúteis ou inúteis. E assim ele age em tudo o que faz. É ambicioso em grau altamente elevado, embora não deixe transparecer essa ambição e sequer a tenha apenas pelos bens materiais. Ele quer mais que tudo alcançar as metas que traçou para sua vida pessoal, amorosa ou profissional, de uma forma segura e firme.

 

         `Trabalhador dedicado, empenhado sempre no cumprimento de suas tarefas e obrigações, muitas vezes dará a entender que coloca seus deveres nesse campo acima de outras considerações.     Mas esse comportamento vai apenas refletir a forma seletiva com que ele classifica suas prioridades  e por vezes sem conta ele demonstrará também que há coisas que se colocam em patamares mais altos. Quando isso ocorrer todos saberão de forma bem clara.

 

         De mente ordenada, segura nos seus raciocínios, cuidadosa ao encaminhar decisões, ele soma a um consistente intelecto - não ágil e nem brilhante, mas de uma notável força dedutiva - forte perspicácia para fazê-lo compreender de pronto aqueles com quem conversa ou os problemas de uma situação complicada nos negócios. Para o nativo a solidez de seu raciocínio é uma de suas mais poderosas armas e um imprescindível apoio em todos os momentos da vida.

 

         Dotado de bom autocontrole, saberá lidar com as mais diferentes situações, mantendo a cabeça fria e os nervos plenamente no lugar. Isso também o faz adaptar-se facilmente a situações as mais diferentes e, embora não demonstre, ele saberá lidar com as pessoas com uma facilidade extrema. Só mesmo o desconhecido e a desorganização vão tirá-lo de sua habitual serenidade.

 

         É o homem do signo um ser bastante diligente, independente ao assumir seus atos, caridoso sem ostentação, leal com os que privam de seus sentimentos e para com os seus princípios, não vive à espera de ajuda e faz por si só o que deseja. É muito exigente e faz disso uma prática que assusta os que dele se aproximam. É muito comedido com seus gastos, ponderado nas opiniões e pouco dado a elogios e reconhecimento. Sua postura mental o faz parecer presunçoso e orgulhoso o que, na realidade não acontece.       

 

 

 

 

 

          

 

 

 

 

 

 

A mulher de Capricórnio

 

 

 

         Governada por Saturno, o mais misterioso de todos os planetas do sistema solar, a mulher de capricórnio recebe de seu regente essa influência que a faz, ao mesmo tempo,  um mistério insondável e uma descoberta fantástica de alguém que une, em uma só pessoa, os mais diferentes tipos e modelos do ser ideal. Sutil e sensível, perceptiva e direta, diplomata e conciliadora, calma e ambiciosa ela é arredia como todos os nativos de seu signo

 

         De personalidade forte, determinada e segura de si, a mulher do signo vai começar bem cedo a dar mostras de todo o seu empenho em busca de uma liberdade de ação que a fará se destacar ao longo de toda a sua vida com objetivos bem claros a perseguir e ambicionando a segurança, a autoridade, o respeito e uma posição social destacada.

 

         Terna e meiga, sincera e leal, ela não deixará transparecer suas qualidades e poucas vezes irá se destacar de seu grupo por mera aparência. As conquistas que a nativa fizer, virão de todo o seu empenho por realizar seus planos e não da exuberância de um feminismo artificialmente montado. Seus modos são graciosos e ela tem uma beleza natural que muitas vezes a leva a dispensar a ajuda de cosméticos e isso confere à capricorniana um charme todo especial.

 

Conservadora e convencional, com rígidos preceitos de moral e honestidade, bem típicos de seu signo, ela não se mostrará pessoa avançada e, em matéria de sexo, será  bem tradicionalista. Isso acontece também com a criação dos filhos. Ela saberá muito bem como educá-los mas, com o crescimento de suas crianças, seu conservadorismo a levará a choques e confrontos com os filhos. A mulher de capricórnio, tão cuidadosa com seu lar, ao se casar, leva consigo todo o seu relacionamento de família ao contrário do homem do signo e isso por ser ela, muitas vezes o único suporte de sua família.

 

Notável companheira, incentivadora daquele a quem escolhe no casamento, seu amor é duradouro e seguro e ela o valoriza com um trabalho que sempre será direcionado para a sua família. A capricorniana, quase sempre, é o centro de seu núcleo familiar e não abdica dessa condição.

 

         De humor um pouco instável, ela é sujeita a crises periódicas de mau humor, especialmente quando destratada ou depreciada ou quando enganada. Nela a tristeza, o pessimismo e a depressão saturninas estarão bem presentes e moldarão boa parte de seu comportamento diante das pessoas. Romântica e carente, raras vezes ela deixará que se perceba sua ternura e o seu forte desejo físico. Por não se contentar com coisas passageiras, ela será contida e só se dará por inteiro, num relacionamento mais sério. Aí ela se mostrará afetuosa, terna e até apaixonada.

 

         Socialmente, ela vai se revelar uma incansável batalhadora em favor de pobres e oprimidos. Seu senso caritativo e social é objetivo e racional e ela vai lutar pelos mais carentes sem protecionismo e assistencialismo. Ela vai ser seletiva nas escolhas daqueles a quem ajudar e o fará de forma a que essa ajuda não se torne incentivo ao ócio. Para ela, é mesmo mais importante ensinar a pescar que dar o peixe.

 

Em tudo o que fizer será sempre  econômica e parcimoniosa e esse comedimento ela o mostrará em casa ou no trabalho. Por analisar cuidadosamente seus atos e só partir para uma nova iniciativa após consolidar a anterior, ela será sempre uma boa administradora e chefe moderada. 

 

 

 

Este estudo é melhor detalhado na coletânea “Você e seu signo” com um volume para cada signo -  de autoria de Max Klim, editada pela Nova Era – Grupo Record