gallery/published_general-blog_01

Caminhando estrelas

         

                     Max Klim

Caminhando estrelas

         

                     Max Klim

A astrologia representa a soma de todo o conhecimento psicológico da Antiguidade

 

                                                                                                                    Carl Gustav Jung

Aquário
   O Sol no signo da imaginação
gallery/capricornio_10

AQUÁRIO

gallery/aquario_08

 

A imagem de uma figura humana com um cântaro às mãos, despejando água numa simbologia que nos lembra a fonte da vida, é a mais antiga e significativa imagem do signo que rege o período zodiacal que marca o auge de verão e a proximidade do fim do ciclo astral no mês seguinte.  

 

Com a representação de uma espécie que, surgida das águas, nesse elemento evoluiu até alcançar a sabedoria e os dons que nos fazem diferentes dos demais seres da criação, Aquário se caracteriza por ser o signo das conquistas do intelecto, dos avanços em direção ao futuro e marca da humanidade no momento em que vivemos o 49º ano da Era de Aquário, iniciada em 1969 com a descida do homem na Lua em exemplo direto do vínculo aquariano com a tecnologia e o futuro.

 

Signo da sabedoria e da imaginação, Aquário é na Astrologia moderna o símbolo dessa era de mudanças profundas para nossa espécie em um mundo que vive a influência poderosa de Urano, atual planeta regente do signo, e os caminhos ditados por Saturno, que o governou Aquário ao longo de séculos na astrologia ocidental.

 

Se Urano nos mostra o lado humano da busca permanente pela liberdade do espírito, na sua condição de “despertador” do zodíaco, Saturno nos dá a garantia do mestre na segurança da disciplina e da responsabilidade. Essas são as principais características do décimo primeiro signo, o “Aguadeiro”, senhor da imaginação e inventivo e imprevisível condutor da humanidade nesta era que se alongará até o longínquo ano 4.129 d. C.

 

Ligado na mitologia grega à lenda de Hefestos e nos primórdios da história romana a Vulcano, o deus da tecnologia, dos vulcões, do fogo e metais e dos avanços, Aquário expressa o mais visionário dos seres humanos, o amante do novo que ânsia por progresso e visualiza por antecipação a conquista do futuro.

 

Signo de qualidade fixa, do elemento ar Aquário rege no corpo os tornozelos e as articulações que nos permitem caminhar eretos. Tem por conceito chave de existência a certeza do “eu sei” e a imaginação na sua mais expressiva forma de manifestação diante dos desafios do mundo em que vivemos.

 

A posição de Aquário como regente da atual Era Zodiacal retrata o período correspondente a um doze avos do movimento de precessão do nosso planeta, ou seja, 25.920 anos - iniciada com a descida de Neil Armostrong em solo lunar em 1969. Esta fase inicial da Era de Aquário já nos mostra o que muitos classificam de “dores do parto” de uma nova humanidade, mais consciente, harmonizada com a técnica e avançada em conquistas nos mais diferentes campos da atividade humana e ao mesmo tempo padecendo de avanços e recuos na sua caminhada em direção aos ideais simbolizados pelo “Aguadeiro”.   

 

 

 

 

Período de regência astrológica padrão: de a

Em 2017: de 19h25 (hbv) de 19 de janeiro às 08h32 de 18 de fevereiro

 

Planeta regente: Urano

Elemento: Ar

 

Nativo: aquariano ou aquariana

 

Símbolo: duas linhas paralelas simbolizando as ondas e representando o “aguadeiro”, servidor da humanidade 

 

Signo oposto: Leão

 

Dia da semana: sábado, o dia de Urano

 

Personalidade mundial do signo: Galileu Galilei, cientista

 

Personalidades de destaque no Brasil:

 

      Padre Antônio Vieira, religioso do Brasil Colonial – Barbosa Lima Sobrinho, advogado e jornalista – Leonel de Moura Brizola, político – João Ubaldo Ribeiro, escritor, jornalista, acadêmico – João Pessoa, político – Jânio da Silva Quadros, professor, Presidente da República – Tom (Antônio Carlos) Jobim, maestro, compositor, arranjador e cantor – Antônio Calado, jornalista e escritor – Radamés Gnattali, compositor e maestro – Catulo da Paixão Cearense, dramaturgo, poeta, dramaturgo e letrista – Martinho da Vila, cantor e compositor – João Café Filho, político, Presidente da República – Henfil, cartunista  e escritor – Sebastião Salgado, fotógrafo – Jacó do Bandolim, instrumentista e compositor – Nise de Oliveira, psiquiatra – Mário Henrique Simonsen, economista e professor.

 

 

 

Personalidade – Pontos positivos

 

  • Originalidade
  • Perseverança
  • Objetividade
  • Entusiasmo
  • Capacidade de adaptação
  • Inventividade
  • Concentração
  • Senso artístico

 

Personalidade – Pontos negativos

 

  • Impulsividade
  • Incompreensão
  • Confusão
  • Reação à crítica
  • Insubordinação
  • Senso crítico exagerado

 

 

 

O tipo aquariano:

 

            Avançado em suas concepções de vida, antecipador do futuro, inventivo e criativo, assim é o nativo do Aguadeiro. Geralmente incompreendido, é aberto a inovações e avanços e aceita com facilidade a mudança. È curioso e tem poderes visionários e de intelecto altamente avançado. Não suporta a rotina e mostra cuidado com o drama alheio e as carências sociais. Tem atração pela técnica e pelos avanços das ciências e do conhecimento. Insubordinado diante da autoridade, não convive bem com sistema hierarquizados. Parece estar sempre com um pé no amanhã.       

gallery/aquario_04

 

 

O homem de Aquário

 

 

       O nativo do signo é aquele ser inovador, revolucionário e avançado que vai contestar a tudo e a todos, atraindo sobre si o escândalo de posições que o mundo ao seu redor vai considerar modernas em excesso e liberais por demasia. Habitualmente intelectualizado ou cerebral, o nativo do signo mostra bem o caráter sonhador, pensador, idealista e quase filósofo que tanto caracteriza o seu signo.

         Amigo de muitos amigos, bastante afável, ele desenvolve em seu comportamento uma aura de simpatia que cativa a todos os que com ele convivem e raramente se ouvirá no aquariano puro o reconhecimento de alguém é seu inimigo ou tem com ele pendências insolúveis. Na verdade, esse tipo de comportamento não revela a intensidade dos amigos que faz o nativo, pois ele é bem do tipo que poucas amizades mantém ao longo de sua vida. O que isso diz é que ele prefere preservar seus sentimentos e tratar a todos por igual.

         Com interesses os mais variados e envolvendo o maior número possível de pessoas, ele manterá um círculo de relações muito grande e que terá diferentes interesses. Entre essas pessoas, poucas poderão dizer privar da intimidade de alguém que preserva seu controle emocional em nível tão alto que se tonará inacessível às pessoas comuns. Isso revela o lado igualitário de um temperamento que não é egoísta nem mesquinho.

         Amante da liberdade, independente como poucos, ele estará sempre preparado para fugir às pressões e aos compromissos que lhe aparecem sempre como algemas a tolher-lhe vida e movimentos. Ao longo de sua vida vão desenvolver processos de distanciamento daquilo que pode prender-lhes, em constante exercício por se manter livre.

         Possuidor de ideais extremamente elevados, ele segue um rígido código de moral e ética que na verdade reflete seus conceitos sobre moralidade, honestidade e dignidade. Esse tipo de valor moral é bem próprio do nativo que estabelece para si mesmo esse código de moral e conduta. Ele usa de seus vastos horizontes para dar a si próprio normas bem extensas e liberais.

         Seu pensamento é liberal e voa solto diante de suas concepções, tornando o homem  de Aquário um inovador em todos os seus atos. Ele adora o inusitado, o incomum, o excêntrico. E o faz de forma bem calculada, racional, pensada, na defesa do que considera o mais importante em sua vida, a liberdade sem peias e amarras. Sua liberdade pessoal é o dom mais importante que ele tem.

         A originalidade de seu modo de agir se mostra também na forma com que ele enfrenta os problemas tanto no trabalho, na vida pessoal e no amor. Tudo o que é novo, o atrai e ele reage com condescendência diante do novo, aceitando desde o comportamento avançado de um grupo de jovens até as mais profundas mudanças nos costumes públicos e políticos. Nesta última hipótese, ele será, no mínimo, um reformador dos mais avançados.

         Os aquarianos têm como maior preocupação na vida, os interesses de sua comunidade e até mesmo de toda a humanidade, preferindo o coletivo aos dramas individuais. Sempre eles estarão com o pensamento ampliado para muitas pessoas, numa forma bem própria de se dar a uma verdadeira missão cármica de levar a humanidade ao ponto máximo de sua evolução.

gallery/aquario_05

 

A mulher de Aquário

 

 

 

       Uma figura do mundo, cheia de vida e sonhos, idealista e prática que faz da liberdade de ser aquariana, um dom todo especial e que ela mostra pertencendo, ao mesmo tempo, a todos e àquele a quem escolheu para companheiro. Assim é a aquariana típica, mulher que reúne todas as qualidades de seu signo e faz dos defeitos uma forma de se mostrar frágil e humana.  Fiel quando ama e distante e alheia quando desinteressada, ela vai demonstrar sempre uma posição tão avançada diante do mundo que de pronto se identificará aquariana.

         Desprovida de ambição material, ela será sempre a idealista fiel aos seus princípios e suas concepções e nisso vai uma boa dose de romantismo, pois ela crê fielmente que terá uma vida amorosa de conto de fadas, embora jure de pés juntos que não acredita em fadas. Mas crê em duendes, será mística e apegada a ritos e práticas exóticos se mostrar alguma tendência à religiosidade.

         A paixão por qualquer coisa não será parte do temperamento da aquariana. Ela vai encarar a tudo e a todos, até no amor, com um racionalismo encantador, pois terá sempre os pés nos chãos e estará planejando o seu próprio amanhã, com o cuidado e o detalhismo típico dos nativos do signo. Na verdade, existem duas aquarianas em cada uma das nativas do signo. Uma autodisciplinada e dedicada. A outra, uma mulher do mundo e líder societária e social atuante e dedicada.

         Ambas, no entanto, estarão movidas por uma notável força interior, capaz de fazer dela uma realizadora sem igual, especialmente quando põe em prática seus planos ambiciosos, avançados, capazes de resolver, segundo elas próprias entendem, os problemas que afligem o mundo, magoam as pessoas de seu grupo social ou afetam a comunidade.

         Essa sensibilidade social, apesar de forte, não tirará da mulher de Aquário dons que a fazem uma excelente profissional em campos próprios de seu signo, especialmente aqueles ligados à vida política, à pesquisa científica, aos processos educacionais e o atendimento social e comunitário através do serviço público. Ela desempenhará muito bem as suas funções desde que não seja tolhida por normas de comportamento excessivamente rígidas e rigorosas e tenha liberdade de criação.

         Cuidadosa com dinheiro, ela não é do tipo compulsivo com o controle ou a forma de se ganhar a vida. Em casa ou no trabalho, ela será apenas a pessoa normal que irá observar o equilíbrio de suas contas e procurar manter as coisas estáveis, agindo com prudência e objetividade nesse campo.

         Afetivamente é pouco ciumenta e moderadamente entusiasmada com o sexo e o amor. Ambos, para ela, têm uma função específica em sua vida, e a realizam na medida em que a permitem liberar seu intelecto ágil, sua forma de se relacionar com a sociedade e a aceitem como ela é, sem exageros de excessivo policiamento ou uma distância que beire a indiferença. O amor da aquariana por quem respeite seus limites, será sempre duradouro, firme e leal.

                Dona de atitudes encantadoras, ela será sempre reservada em público e até um pouco tímida diante de muitas pessoas. Excelente dona de casa, ela manterá o seu lar arrumado e ordenado e, inventiva, será notável anfitriã ou uma criativa mãe e esposa. Ela é extravagante ao se vestir e terá gostos diferentes em matéria de lazer. Dificilmente ela externará seus sentimentos, embora seja fácil vê-la feliz.

 

 

 

 

Este estudo é melhor detalhado na coletânea “Você e seu signo” com um volume para cada signo -  de autoria de Max Klim, editada pela Nova Era – Grupo Record