gallery/published_general-blog_01

Caminhando estrelas

         

                     Max Klim

Caminhando estrelas

         

                     Max Klim

A astrologia representa a soma de todo o conhecimento psicológico da Antiguidade

 

                                                                                                                    Carl Gustav Jung

gallery/ampulheta-2
gallery/ampulheta-2
gallery/marte_01
gallery/brasil_bandeira_mapa-2

O ano de Marte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marte rege as questões relativas à luta, a competição e a liderança apontando também uma época em que coragem, combatividade, auto-afirmação, auto-motivação e busca da própria identidade levam às conquistas com iniciativa, independência, espontaneidade, vitalidade física, força e a energia masculina em geral.

Planeta que controla nos seres humanos o desejo e as energias sexuais, Marte – o deus da guerra entre os romanos - faz a ligação do que é novo com os aspectos de desconstrução e construção, poder, força e a violência. A combinação de todos esses elementos mostra uma época em que as mudanças se darão em torno da autoridade e das diferentes formas de poder exercidos a partir da força e da vontade.

A influência de Marte, conhecido na Antiguidade com o “pequeno maléfico” pela sua ligação com o uso da força e do poder se dá no segundo ano de regência de Saturno – que os antigos astrólogos apelidavam de “grande maléfico” – no Grande Ciclo Astral de 36 anos iniciado em 2017 e que se alongará até 2052. Saturno rege a disciplina, a organização, a ambição, as limitações e a ortodoxia e o conservadorismo em lenta e duradoura influência sobre pessoas e nações.  

 Astrologicamente a combinação entre os dois planetas considerados “maléficos” na Antiguidade, faz prever uma época de forte mudança nos rumos dos países e do próprio mundo terreno com a quebra dos padrões conhecidos de institucionalidade, procedimentos, comportamento e normas de vida.

O que é novo ganhará expressão maior no cotidiano e substitui, de forma por vezes violenta, aquilo que já é conhecido e padrão nas sociedades. E isso se dará tanto para o bem quanto para o mal, sem que possa afirmar que as mudanças tenderão a apenas um dos lados da dualidade entre o que é positivo e o que é negativo.

 

 

O Brasil em 2019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    No Brasil, com a nova versão de governo com viés conservador e mais tradicionalista, há que se considerar as influências tanto de Marte para o ano e de Saturno para o ciclo de 36 anos ( 2017 a 2052) em qualquer análise que se faça sobre os rumos do País. Para tanto, há que se considerar a noção de que iniciaremos um ciclo de desconstrução e reconstrução institucional, política, social e econômica com a combinação da influência de Saturno no seu segundo ano de regência global quanto de Marte para o ano de 2019..

 

    O Brasil surgiu como nação independente sob o signo de Virgem às 16h30 de 7 de setembro de 1822 e Marte em Virgem aponta como palavra chave do ano de 2019 a disciplina. O aspecto favorece o trabalho quando se julga ser o mesmo a luta por uma boa causa. É influenciador meticuloso e cuidadoso que gosta a rotina e consegue executar bem as tarefas mais monótonas.

   

    Por outro lado leva a crítica ao exagero e a faz inaceitável e de pouca receptividade. Sua ação coletiva gera aura de frieza nas relações interpessoais e institucionais e mostra ações calculistas e baseadas em excessiva desconfiança.

Já a influência de Saturno sobre Virgem, o signo natal do Brasil, se dá no campo da prudência, do senso prático e cuidadoso e com exageros nos conceitos morais. Revela detalhismo exagerado com os pequenos fatos ganhando proporção maior no cotidiano. Há sob esta regência uma forte carência nos julgamentos e avaliações indefinidas entre o que é importante o que não é. Isso deriva do detalhismo de Virgem, fator que impede uma visão equilibrada do todo concentrando a atenção apenas no detalhe. Nesta época desenvolve-se entre as gentes um forte temor do desconhecido.

 

    2019 será também momento criativo e de surgimento do que é novo e inesperado refletindo todo um quadro que marca a vida no Brasil com novo governo, oriundo do voto popular em uma fração do país com ideais políticos que pela primeira vez chega ao poder. Embalado nessa força originária, esse motor político-social deve buscar medidas que alterarão profundamente o que já é estabelecido e conhecido, inovando e criando novos parâmetros de comportamento e ação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                               

 

 

 

 

 

 

                                                   2019 – Revolução Solar

                                                  República Federativa do Brasil         

                                                 São Paulo - SP

                                                 07/09/1822 16:30:00

                                                 03w00 23s31 046w37

 

    O mapa de Revolução Solar para o Brasil em 2019 aponta a influência forte e determinante na Casa 11 com o Sol atuando diretamente no campo dos relacionamentos sociais e de grupo que ganharão maior significado e importância. Nesse aspecto, o Brasil verá distanciamento e isolamento na ação institucional sobre demandas sociais e no campo das relações do País com outras nações, tenderá posições solitárias e de auto-isolamento. Os desafios do ano serão enfrentados com empenho, embora alguns de difícil resolução sejam adiados ou deixados de lado.

   

    A outra influência que se dará na casa 11 do zodíaco será a de Marte, regente do ano e senhor do conflito, da construção e da desconstrução, dos assuntos militares e tudo que envolva metais. Marte nos dará um ano em que surgirão núcleos de oposição os mais diferentes à realização das metas estabelecidas pelo país em aspecto agravado pela própria incapacidade de avaliar os meios para realizar efetivamente essas metas. Apesar dos grande projetos anunciados e o desejo de mudança e de coisas novas, haverá necessidade de ponderação para se obter resultados. Nessa casa também está a influência de ação marciana faz prever disputas, discussões e confrontos.

         Marte e Sol combinados apontam também a incapacidade do País em separar o que é pessoal e, no campo institucional, o Governo daquilo que representa o Estado e sua posição diante dos desafios que marcam a época.

Outra influência significativa é a posição de Plutão na Casa 4. O nosso neo-planeta rege o impulso destruidor ou reformador e a fusão de conceitos e valores. Esse pequeno corpo celeste é senhor das transformações e sua ação em 2019 sobre o País, aponta também a ação de grupos radicais e a subversão das normas e dos valores.

 

    O ano será, na vida interna do Brasil uma época de reviravoltas e mudanças que se aprofundarão fazendo na visão mais popular que o País fique “pernas para o ar” tantas serão as modificações impostas à estrutura sócio-econômica com que nos acostumamos nas últimas décadas. Com isso, viverem os meses de mudanças aprofundadas no relacionamento estado e cidadão com as circunstâncias abrigando confrontos, conflitos e busca de consenso.

 

    Nas demais posições da Revolução Solar destacam-se a influência da Lua na casa 3 que é indicativo de agitação na rotina diária que não será calma e onde sempre estará sempre acontecendo algo  para  quebrar a harmonia e a influência de Vênus na casa 12, razão de insatisfações não contidas e reprimidas fortemente com rompimento e isolamento entre os entes federados e entre governo e população. No campo econômico Vênus mostra que haverá um quadro de contenção e moderação que podem levar à instabilidade.

 

    Saturno rege a Casa 3 do mapa do Brasil na revolução solar e essa posição indica que a vida das pessoas será fortemente afetada com diminuição ou piora na sua qualidade e que o País poderá vivenciar desentendimentos ou dificuldade de relacionamento externo, especialmente com nações vizinhas. Esse quadro é ainda mais negativado pelo influência de Urano na casa 7, indicativos de imprevistos e complicações das mais diferentes origens e de Netuno na casa 6 em posição que indica a prática de excessos e situações confusas. 

 

    Por fim, a casa 5 da revolução solar em Aquário mostra na economia um ano difícil e bastante complicado com riscos crescentes para aplicações financeiras ou especulativas e em bolsa de valores que mostram situação instável e sujeita a perdas

     

    Nos trânsitos planetários, há destaque para uma quadratura de Júpiter com Mercúrio de fevereiro a junho e de outubro em diante e que ao mesmo tempo em que facilita mudanças mostra exageros e pouca clareza de ideias e maus julgamentos durante fase em que a publicidade e a propaganda ganham vitalidade. O outro aspecto marcante será a influência de Urano em oposição com Marte de abril em diante e muito forte de setembro a dezembro. Esta posição recomenda cautela e tranquilidade em dias em que impulsos, irritabilidade e agressividade podem dominar as ações mais audaciosas e imprudentes sem medida de suas consequências. Surpresas podem ser esperadas para essa época.

 

■■

 

Os signos no ano de Marte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                         

                                                              Marte, o deus da guerra

       

        Quarto planeta a contar do Sol, Marte recebeu seu nome em homenagem ao deus romano da guerra que tem origem na figura mitológica do deus grego Ares. Na astrologia rege, desde a Antiguidade, o primeiro dos signos, Áries ao qual transmite as noções de ação, energia, impulso agressivo e senso de iniciativa.

        Seu símbolo é o escudo e a lança lembrando sua origem guerreira e rege no cotidiano a natureza animal da espécie humana, o desejo e as energias que se ligam ao sexo.

No corpo sua ação se dá na cabeça, rosto, sistema muscular, órgãos externos da reprodução, os glóbulos vermelhos, os nervos motores, a bexiga e a glândula supra-renal.

        Sua cor dominante é o vermelho-sangue e sua ação se mostra na ambição, na força, no poder, nas lutas e competições. Governa em nossas vidas a cirurgia, a ação militar, as armas, os acidentes, os cortes e ferimentos. Tem vínculo profundo com metais, especialmente o ferro e o aço.

        Sua posição no horóscopo e nos mapas astrais indica o campo de vida no qual despendemos maior energia.

        Nas últimas décadas o planeta Marte, chamado “planeta vermelho” pela coloração de seu solo, tornou-se fonte de atração para a pesquisa espacial, deixando o campo ficcional de planeta habitado por “homenzinhos verdes” ou monstros das mais diferentes formas, para se tornar objeto profundo de estudo e pesquisa. Tornou-se assim, o segundo mais provável alvo da conquista do espaço pelo ser humano.

         A ação de Marte em cada um dos doze signos do zodíaco em 2019 se dará com maior intensidade após a chegada do Sol ao primeiro signo, Áries, às 18h59 de 20 de março quando ocorre o Equinócio de outono no nosso Hemisfério Sul.

Essa influência mostra as casas e a forma com que Marte atua em nosso cotidiano, abrindo perspectivas e caminhos para nossa ação. É essa a maior influência sobre nossa rotina, depois da ação de nossos dois luminares, o Sol e a Lua.

            A regência de Marte se segue à ação de Júpiter, o regente de 2018 que mantém traços de sua ação nos dois primeiros meses do novo ano. Mas, os efeitos da chegada de Marte já se fazem sentir nos primeiros momentos que antecedem a entrada do ano novo solar em março.

            O mundo já vive quadro de domínio marciano e os conflitos e choques armados se tornarão maiores e seus efeitos se farão sentir de forma dramática com os conflitos em curso pelo mundo. No Brasil sua maior expressão é a chegada de um militar ao poder através do voto popular.

            Essa influência no entanto, não diz apenas da guerra, mas como efeito normal da ação marciana, pode nos levar a tempo de paz como efeito da deposição das armas. A esperança de paz é um dos elementos que compõem a presença do planeta vermelho em nossos mapas em 2019. 

           

Em cada um dos signos esta será a ação de Marte:

 

Áries

21 de março a 20 de abril

                A agressividade como disposição criativa e realizadora se colocará neste ano ao lado de um quadro que destaca o senso de liderança e a busca pelo sucesso.

2019 será um ano que vai refletir maior dificuldade em conciliar falta de controle nos desejos, irritabilidade exagerada e dons de criatividade bastante ampliados.

                O maior desafio do nativo de Áries neste ano estará na necessidade de canalizar sua energia e desenvolver a paciência para conseguir o êxito que busca em suas iniciativas e nas metas de vida.

                Por estar em seu próprio domicílio, a ação de Marte em Áries é muito benéfica em diversos campos do cotidiano e o nativo deve interpretar essa posição de forma positiva e incentivadora para todos os seus dons e habilidades.

 

Touro

21 de abril a 20 de maio

                A determinação taurina estará em 2019 ainda mais acentuada com esta posição de Marte. O nativo, após estabelecer um curso de ação para seus problemas, dificilmente mudará seu rumo.

A firmeza nos seus atos vai se constituir elemento positivo se não for posta em níveis exagerados que mais pareçam intransigência.

                Haverá neste ano boa capacidade para ganhar dinheiro e segurança ao gastá-lo. Sua capacidade para negócios é destacada sob esta posição astral.

                Haverá forte tendência a julgar os outros com muita severidade, mas seu envolvimento em causas alheias – desde que as considere justas – será firme e duradouro.

                Neste novo ano, procure controlar a auto-indulgência. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gêmeos

21 de maio a 20 de junho

                A ação de Marte em seu signo, geminiano, se dará agora pela ampliação da capacidade criativa manual, com a destreza elevada.

Junto a estas influências você deverá de forma firme desenvolver processos de concentração mais eficazes que os usados habitualmente.

                A necessidade de se aventurar por caminhos novos e desconhecidos será muito ampliada neste ano e você vai desenvolver profundo senso de liberdade e de justiça, molas para que aja sempre.

                Eloquente e direto em seu comportamento, seu ano vai proporcionar momentos excitantes em termos de relacionamentos, embora alterne relações mais profundas a outras, mais superficiais.

 

Câncer

21 de junho a 20 de julho

                O ano de 2019 lhe reservará uma fase de muita emotividade, fortes mudanças de humor e frustrações emocionais que devem ser contidas para evitar discórdia, discussões e questões com os mais próximos.

                Agindo com agressividade que lhe é despertada pela posição de Marte em queda em seu signo, você tenderá a expor abertamente seu descontentamento e isso pode afetá-lo sobremaneira.

                O uso adequado da energia que Marte gera em seu signo é o fator mais positivo deste período que, por sua ação poderá se converter em fase de melhora nas condições e na qualidade de vida.

                O apego à família, ainda que por momentos tumultuados, será bem destacado.

 

Leão

21 de julho a 22 de agosto

                A influência marciana no signo do Sol se dará em 2019 com maior intensidade nos campos da força de vontade e da criatividade, embora também, o faça, ainda que em menor proporção, no amor pela diversão, pelas artes e pelo drama.

                Há um senso de iniciativa muito positivo e com isso surge uma natural tendência à liderança, à posição de vanguarda nas iniciativas e um senso social que pode levar à política.

                O ponto a se observar e conter durante todos os meses do ano serão as frequentes manifestações de egocentrismo e uma forte tendência a dominar relacionamentos e fatos.

                O gosto pelas artes e a valorização do senso dramático serão fatores fortes a dominá-lo no ano.

 

Virgem

23 de agosto a 22 de setembro

                Uma enorme força de trabalho e a sensibilidade necessária para se empenhar em causas que mostrem ajuda a pessoas que dela carecem, são os dois pontos altos desta influência marciana para seu novo ano.

                O planejamento minucioso de todos os seus passos e a necessidade de executar isso com detalhes será acentuada pelo quadro que se arma sob a regência do planeta vermelho.

                Sua tendência a exigir perfeccionismo em tudo estará agora em um de seus pontos mais altos do atual ciclo solar. Isso pode impedir a realização de seus projetos.

                O ano lhe trará também uma tendência à franqueza exagerada, a crítica ácida, especialmente quanto á forma de agir das pessoas e uma dedicação ao trabalho que pode trazer complicações de saúde.

 

Libra

23 de setembro a 22 de outubro

                Este ano será de atenção do libriano com aspectos sociais e coletivos, em contraposição ao individualismo de seu signo oposto, Áries. 2019 será seu ano de agir politicamente e atentar a necessidades dos outros.

                Haverá forte necessidade de apoio por parte das pessoas com as quais convive em meses que serão mais voltados a sua necessidade de reconhecimento e apreço. Sua reação à injustiça se tornará fator de ira e inconformismo.

                Você deve procurar agir nas atividades de grupo onde melhor será o campo para desenvolver suas idéias e sonhos.

Mas, em todo o ano, você deve combater o desânimo e a busca pelo ócio.

 

Escorpião

23 de outubro a 21 de novembro

                Um ano que estará desafiando sua meticulosidade e inflexibilidade na condução dos desafios mais comuns de sua rotina.

2019 será um ano que se mostrará voltado à busca por novos valores espirituais que se moldarão a um quadro de emoções fortes e desejos poderosos.

                Sua capacidade para reagir a situações de crise ou de tensão estará agora levada a posição muito alta, capacitando-o a enfrentar problemas com lucidez e determinação.

                Será muito difícil no ano manter ou alcançar posições de equilíbrio e neutralidade em todos os assuntos que lhe competirem.

Você estará ou profundamente envolvido ou distante de forma irrecuperável, sem o meio termo essencial no seu comportamento individual. O radicalismo pode vir com essa posição.

 

Sagitário

22 de novembro a 21 de dezembro

                Este será um ano que o verá defensor de causas as mais diferentes, empenhado em cruzadas em defesa de princípios que o ligam à natureza ou à qualidade de vida e com raro senso patriótico.

                Haverá agora um fortalecimento ainda maior de suas convicções religiosas e dogmas ou crenças exóticas.

Você se verá defensor intransigente daquilo que persegue como ideal de vida e isso pode levá-lo a momentos de realização ou de confronto, dependendo da forma com que encarará ou justificará seus credos.

                Você deverá atentar bastante para a falta de diplomacia na manifestação de suas opiniões e à incapacidade de considerar minimamente os valores e conceitos de outras pessoas. 

 

Capricórnio

22 de dezembro a 20 de janeiro

                Este será um ano em que você estará canalizando toda sua energia na busca da realização de suas ambições profissionais como forma de externar seu desejo de estatutos pessoal, social e com o trabalho. Isso se dará com o uso correto e eficiente de sua capacidade realizadora.

                O autocontrole e a disciplina vão ser as palavras-chave em todo o ano e isso pode levá-lo a uma certa frieza nos relacionamentos e no trato com as pessoas mais próximas.

Você também se mostrará exigente em demasia com os outros, deles esperando comportamento que iguale ao seu.

                Como ponto negativo das influências de Marte sobre você neste ano, haverá a necessidade de que você se controle para não usar as pessoas na busca de seus objetivos de estatus e poder financeiro ou material.  

               

Aquário

21 de janeiro a 19 de fevereiro

                Haverá em seu ano um forte desejo de liberdade e independência, o que o levará a buscar caminhos incomuns ou não ortodoxos para se realizar.

Você procurará sempre fazer as coisas a sua maneira e, com isso, haverá forte tendência á contestação da autoridade e da ordem.

                A sua forma de encarar os desafios do cotidiano se manifestará com elegância e serenidade o que será um ponto muito favorável para seu ano. O trabalho humanitário o fascinará e exercerá papel importante na busca por realização interior.

                Você deve combater a tendência á destruição da ordem diante dos obstáculos que lhe forem impostos.

Mudar o que é estabelecido pelo convencimento e não pela violência será o melhor caminho a seguir.

 

Peixes

20 de fevereiro a 20 de março

                Com emoções imprevisíveis, neste ano os nativos de Peixes poderão se revelar de forma incomum com energia em demasia ao tratar com as coisas comuns de seu cotidiano. Mas, a excessiva sensibilidade será elemento a travar sua forma de se comportar.

                Neste quadro o pisciano deverá procurar pelo desenvolvimento de senso de iniciativa e mostrar maior confiança em si para poder alcançar o êxito de seus projetos, por menores que sejam eles.

                Seu campo maior de êxito profissional estará na atuação de bastidores. Por isso, deve o nativo evitar assumir a linha de frente de qualquer reivindicação ou grupo, atuando sempre de forma contida e discreta.

                O romantismo e a sensualidade vão marcar seu relacionamento amoroso. 

FIM

 

 

gallery/brasil_revsolar_2011 (2)
gallery/marte_deus_da_guerra